For full functionality of Casamozambique site it is necessary to enable JavaScript. Here are the instructions how to enable JavaScript in your web browser.

PME com seu Desenvolvimento Impedido por Conta Das Taxas de Juro Bancárias em Moçambique

Postado por: Admin PME com seu Desenvolvimento Impedido por Conta Das Taxas de Juro Bancárias em Moçambique

Nov 29, 2017

O ministro da Economia e Finanças de Moçambique, Adriano Maleiane, afirmou ser impossível desenvolver as pequenas e médias empresas do país com o nível actual das taxas de juro praticadas pelo sector bancário, de acordo com o Notícias, de Maputo.

Maleiane alertou igualmente para o facto de o nível actual das taxas de juro, a rondar 30%, ter potencial para gerar imparidades nos balanços dos bancos, “o que pode vir a pôr em causa o sistema no seu todo.”

Falando no lançamento das últimas pesquisas sobre o setor bancário do país, organizado pela consultoria KPMG e pela Associação Moçambicana de Bancos (AMB), Maleiane disse que há "falta de clareza na definição do preço do dinheiro", e ele instou os bancos a publicarem as regras para estabelecer taxas de juros para as várias categorias de empréstimos que eles concedem.

"Parece que temos muito trabalho a fazer pela transparência e pela fixação das taxas de juros", disse Maleiane. "Aparentemente, aqueles que observam nossas taxas de juros podem entender que não há conexão entre os custos de financiamento, inflação e risco. Parece que essas coisas são bastante dissociadas. Então estou desafiando o sistema financeiro para me trazer uma taxa de referência. Gostaria de ver uma taxa de referência por 90 dias, 180 dias, 360 dias. Espero que o setor explique ".

O desempenho do setor financeiro sofreu com a crise em que a economia moçambicana mergulhou no ano passado. Os dados fornecidos na reunião mostram que o crédito fornecido pelos bancos para a economia caiu 25% entre 2016 e 2016 e que a proporção de empréstimos inadimplentes aumentou 66%.

Em termos de ativos, empréstimos e depósitos em conjunto, o Banco Comercial e de Investimento (BCI), tornou-se o maior banco comercial do país, ultrapassando o Millennium-BIM (Banco Internacional de Moçambique). No terceiro e quarto lugar estão o Standard Bank e Barclays-Moçambique. Mas o Millennium-BIM continua a ser o banco mais lucrativo de Moçambique.